Tedências de Comportamento do Consumidor

É percebido que há muitos produtos/serviços que vão dos mais básicos até os mais diferenciados oferecidos para os consumidores. Mas para vender produtos/serviços não basta simplesmente oferece-los, é necessário entender o comportamento do consumidor, entender o que realmente o consumidor necessita e deseja.

Entender o comportamento do consumidor não é tarefa fácil para as organizações, porém é cada vez mais importante manter satisfação dos atuais clientes e conquistar novos, alcançando o sucesso em uma concorrência cada vez mais competitiva.

É possível uma organização prever as tendências do comportamento do consumidor. Segundo Sheth (2001, p.252) “antecipar tendências do comportamento do cliente pode proporcionar ás empresas vantagem estratégica importantíssima.” Verificando tendências a empresa pode ser a primeira a criar um produto/serviço que o mercado esta necessitando dando uma resposta rápida ao cliente. Outra vantagem de perceber uma tendência é tornar facilmente acessível um produto muito desejado pelos clientes, através da inclusão de um contrato de serviço, por exemplo, ganhar  um aparelho celular gratuito através de um plano pós – pago.

Buscar uma imagem positiva através dos consumidores é também uma tendência. Um exemplo seria a empresa que corresponde à necessidade ou desejo do cliente, oferecendo um local para fumantes e não fumante ou outra empresa que oferece produtos orgânicos além dos tradicionais.

A tendência na demografia serve como um indicador do mercado do futuro, características de idade, renda, raça/etnia e localização geográfica. Há uma intensa influência sobre o comportamento do consumidor. Através de pesquisa, descobriu-se uma tendência que o Rio de Janeiro é a metrópole brasileira com a maior concentração de moradores com mais de 60 anos. É inevitável que as empresas comecem a investir em produtos e serviços para o público da terceira idade.

Uma outra tendência forte e cada vez mais presente na vida dos consumidores é a tecnologia, a era da informação, onde os clientes tem acesso com facilidade aos produtos e serviços que procuram. O envolvimento cada vez maior de consumidores com a tecnologia possibilita a empresa de conhecer melhor seu cliente e no futuro personalizando a produção para cada segmento de consumidores que atende.

Para as organizações terem um maior desenvolvimento econômico uma tendência que pode ser favorável é aliar-se com a política pública, podendo assim conquistar novos mercados, comercializando produtos e serviços para outras fronteiras.

Seguir tendências se forem corretamente analisadas poderão trazer sucesso na conquistas de clientes e consequentemente aumentar o potencial da organização.

Texto por:  Fabiana Daniel Felício

Referencias:

http://veja.abril.com.br/vejarj/070606/comportamento.html

SHERTH, Jagdish N. Comportamento do cliente. São Paulo:Atlas,2001

Anúncios

Twitter não é tecnologia, é humanidade, diz Biz Stone

Biz Stone, co-fundador do Twitter esteve no Brasil pela primeira vez nesta quarta-feira (21) para uma palestra promovida pela TV1. O público do evento era deveras heterogêneo, e por essa razão a palestra teve um foco mais genérico, sem muito aprofundamento. Apesar de toda a conversa ter seguido uma linha mais superficial e histórica, o fato de ter Biz falando à frente tornou o contexto especial e muito interessante. Bom humor é a marca dele. Ele parece levar isso como linha de direção de sua vida pessoal e profissional, e na própria palestra disse que a invenção do Twitter estava bem ligada à isso. Stone contou que ao apresentar a ideia da ferramenta pensou o quanto aquilo era inútil e por pouco não desistiu, mas logo recebeu como resposta: “sorvete também é inútil, mas nem por isso vão parar de fabricar”. E com essa ele tomou ânimo para dar continuidade ao que conhecemos hoje. Nem a equipe que criou o Twitter fazia noção do potencial que ele oferecia. Biz disse que uma das situações que o fez perceber o poder que o Twitter tinha foi quando viu um bar que estava vazio ficar lotado em 10 minutos após uma simples twittada. Era o poder da pulverização! “O mundo não sabia que precisava disso”, afirmou o co-fundador que seguiu citando casos em que o Twitter foi diferencial como na situação onde o estudante de fotojornalismo foi preso no Egito e conseguiu ser libertado graças ao microblog, quando a ferramenta foi importante também no trabalho envolvendo tragédias como um incêndio na Califórnia e terremotos. Ao observar tudo o que aconteceu com uso do Twitter, Biz diz que o “Twitter não é tecnologia, é humanidade”. Afinal, essa é uma ferramenta que auxilia pessoas, sociedades, etc. Durante a fala de Stone fica claro que o objetivo base do empreendimento não é diretamente lucrar milhões de dólares, mas faze a diferença no mundo em um contexto humano, social. Ele diz que “quer fazer um mundo melhor”, e já podemos perceber que o Twitter cumpre seu papel nesse sentido. Por já ser um canal de comunicação quase “obrigatório” dentre as empresas que querem trabalhar com mídias sociais, uma versão especial para instituições também já está sendo pensada, reafirmou Biz na palestra. As empresas que usam o microblog para se relacionar com clientes querem feedbacks, saber sobre a recepção dos links, da forma que seus seguidores recebem as atualizações, etc, portanto a equipe já trabalha em uma solução e espera até o início de 2010 ter isso pronto. Embora todos os recursos específicos para empresa exijam um trabalho maior, Biz Stone garantiu que o Twitter continuará sendo um serviço gratuito.

bizstone_brasil

Abaixo, alguns outros tópicos citados durante a palestra (sendo que alguns já haviam sido divulgados):

– O Twitter será traduzido para vários idiomas com auxílio dos usuários, e a versão em português está prevista para ser lançada ano que vem

– Abertura é tudo, e o futuro é aberto, diz Biz. O Twitter usa códigos abertos e valoriza muito essa ideia

– Informação aberta foi o cerne do Twitter. Biz criou há alguns anos uma rede chamada Zanga, e esse trabalho o fez perceber como as pessoas se comportam na internet.

– Trabalhar no Google fez Biz ter boas experiências que ajudaram a abrir a empresa que mantém o Twitter hoje

– Biz e Evan Williams pensam mais em ideias, e não necessariamente em dinheiro

– Biz acha o Brasil sexy (lol) [resposta dada após Sergio Motta perguntar a visão que Stone tinha do Brasil como um target para o microblog]

– Desde o início, o foco do Twitter é a mobilidade

Fonte: Twitter Brasil, com texto de  Raquel Camargo

4ª Semana de Pub. e Propaganda + Dois Mais!

Entre os dias 22 e 25 de Setembro estaremos juntamente com a Clarim Comunicação ministrando um workshop sobre Ação Promocional em Mídias Digitais.

Todos nos sabemos que o mercado, as pessoas e as ferramentas de interação mudam constantemente; na internet as mudanças são ainda mais rápidas.

Você conhece redes sociais? Sabe dar exemplos e explicar as diferenças entre cada uma delas?

Vamos apresentar no WorkShop alguns cases de promos usando mídias digitais e algumas dicas de como proceder neste meio maravilhoso.

Estamos esperando vocês para um bate papo em nosso workshop!

Catálago do Dia dos Pais da Imaginarium

A Proforma criou um catálogo de Dia dos Pais para a Imaginarium. A peça tem uma imagem original e bem humorada formado por stills dos produtos no estilo fun design da marca. A mesma imagem será usada para os anúncios.

Alem de anúncios em revistas, o material poderá ser encontrado nas 68 lojas da Imaginarium espalhadas pelo país. As fotos são do fotógrafo Cezar Motta, a criação é da equipe da própria Imaginarium.

Dias_dos_Pais_Imaginarium

Fonte: Acontecendoaqui

Paul Rodriguez + Ice Cube + Nike

A Nike e seus virais. O último da marca é um vídeo que esta rodando pela rede do pré-lançamento de um novo tênis da Nike, como é de se esperar a Nike já tem fama de lançar vídeos com intuito de viralizar pela rede. E esse video mostra bem a intenção de como um vídeo pode se tornar viral sem usar grandes Produções e tudo mais. Porém, o vídeo conta com a presença de Paul Rodriguez e Ice Cube, uma estrela do skate e outra do hip hop americano.
Enfim, a Nike representa uma marca que sabe transmitir exatamente o que seu público está querendo dela, e o resultado disso é o sentimento que a marca passa em toda sua comunicação.


Vejam também o HotSite criado para a campanha onde anunciam a estréia no dia 31/07 de um novo vídeo maior e exclusivo para web.

Fonte: SimViral

5 maneiras fáceis de começar um dia produtivo

5 maneiras faceis de começar um dia produtivo

Na busca pela produtividade é importante reconhecer a importância da manhã, ou melhor, as primeiras horas dela.
Acordar em cima da hora e correr para chegar em cima da hora não é a melhor maneira de começar o dia. O cérebro não “desperta” e acaba prejudicando sua criatividade e a tomada de decisões.
A solução ? Uma pequena rotina matinal, em 5 passos, para tornar o seu dia inteiro mais produtivo.

1) Seu dia começa na noite de sono anterior.

O seu dia começa logo após que o despertador funciona. Se isso acontecer 4 horas depois que você foi durmir, provavelmente será difícil ser produtivo. Mas se você tiver ao menos 8 horas de sono, as coisas começam a se tornar mais vivas e brilhantes.Privar seu corpo de sono e descanso é uma das principais causas da redução de produtividade. Tenha em mente que com o corpo descansado você terá mais atenção, apetite e disposição.

2) 20 minutos de disciplina.
Ter uma atividade rotineira na manhã que envolva um esforço físico mínimo ajuda no despertar do cérebro.
Cooper, passear com o cachorro, molhar as plantas, brincar com as crianças ou até mesmo pedalar até a padaria são alguns exemplos. O importante é encontrar o que lhe faz bem.
Esta será a sua primeira grande realização do dia. O que vier depois é lucro!

3) Café-da-manhã.
Alimente-se bem. Se possível, coma em casa ou controle a qualidade do alimento ingerido.
Frituras e gorduras podem ser descartadas pela manhã. Não exija demais do seu organismo nas primeiras horas do seu dia.
Frutas, leite, café e doces leves ajudam no despertar e diminuem a ansiedade em comer até a hora do almoço.

4) Deixe claro o que tornaria seu dia produtivo.
Escrever uma lista de atividades pela manhã não é o suficiente. Todos sabemos que existem dias que trabalhamos o dia inteiro e realmente não conseguimos fazer nada.
Em 10 minutos pense:
a) O que tenho que fazer hoje?
b) O que estou adiando?
c) O que gostaria de fazer hoje?
Após este exercício mental coloque-se no fim do seu dia. Imagine olhar todas as coisas feitas e avalie o que realmente importa. Quais destas tarefas realmente fizeram a diferença?
As respostas são as tarefas que que farão o seu dia mais produtivo.

5) Aperte o botão “Modo Trabalho ON”.
Após esta pequena rotina matinal, é hora de entrar no modo trabalho.
Barba, banho, vestir a roupa adequada, conferir documentos é basicamente o que você precisa para se preparar para o trabalho.
O objetivo é eliminar distrações e colocar dupla corpo+mente para trabalhar no caminho do escritório ou do seu cliente. Dica: caso não conheça o destino, faça uma rota no Google maps (maps.google.com)

A palavra e a publicidade

As_Marcas_e_Você_na_Publicidade

Um texto bem bacana reflete sobre o conceito das marcas e suas influências no caráter de cada um. Hoje cada marca se posiciona no mercado em que ela atua com uma ideia baseada em seus valores, isso se torna então uma identidade viva, como se cada pessoa que tem contato com aquela marca  acaba absorvendo o que ela transmite. Será que isso é possível? Será que isso é branding? Ou seria mais do que isso? Veja o texto:

Se você busca a verdade, beba a cerveja Heineken. Quer autenticidade? Fume cigarros Winston. Busca a rebeldia? Compre uma máquina Canon. Está inconformado com a situação do mundo? Coma um hambúrguer da Burger King. Deseja afirmar sua personalidade? Use um cartão Visa. Quer defender o meio ambiente? Espelhe-se no exemplo da Shell.

Hoje em dia, a publicidade tem a seu cargo o dicionário da linguagem universal. Se ela, a publicidade, fosse Pinóquio, seu nariz daria várias voltas ao mundo.

“Busque a verdade”: a verdade está na cerveja Heineken.

“Você deve apreciar a autenticidade em todas suas formas”: a autenticidade fumega nos cigarros Winston.

Os tênis Converse são solidários e a nova câmara fotográfica da Canon se chama Rebelde: “Para que você mostre do que é capaz”.

No novo universo da computação, a empresa Oracle proclama a revolução: “A revolução está em nosso destino”. A Microsoft convida ao heroísmo: “Podemos ser heróis”. A Apple propõe a liberdade: “Pense diferente”.

Comendo hambúrgueres Burger King, você pode manifestar seu inconformismo: “Às vezes é preciso rasgar as regras”.

Contra a inibição, Kodak, que “fotografa sem limites”.

A resposta está nos cartões de crédito Diner’s: “A resposta correta em qualquer idioma”. Os cartões Visa afirmam a personalidade: “Eu posso”.

Os automóveis Rover permitem que “você expresse sua potência”, e a empresa Ford gostaria que “a vida estivesse tão bem feita” quanto seu último modelo.

Não há melhor amiga da natureza do que a empresa petrolífera Shell: “Nossa prioridade é a proteção do meio ambiente”.

Os perfumes Givenchy dão eternidade; os perfumes dão eternidade; os perfumes Dior, evasão; os lenços Hermès, sonhos e lendas.

Quem não sabe que a chispa da vida se acende para quem bebe Coca-Cola?

Se você quer saber, fotocópias Xerox, “para compartilhar o conhecimento”.

Contra a dúvida, os desodorantes Gillette: “Para você se sentir seguro de si mesmo”.

Texto de Eduardo Galeano – no site Carta Maior